O que muda com o Bloco K

Bloco K

Compartilhe:

Lançado dentro do SPED para substituir o Livro de Controle de Produção e Estoque, o Bloco K é mais um programa que surgiu para facilitar a rotina das empresas. Ele permite a total gestão da parte operacional. Corresponde à entradas e saídas, à produção, e às quantidades referentes aos estoques de mercadorias.
É obrigatório desde janeiro deste ano para contribuintes com faturamento superior a R$ 300 milhões. O serviço exige que as companhias formalizem tais informações e enviem-nas eletronicamente ao Governo.
Antes disso, o Livro era imposto somente quando o Fisco o solicitava. Assim dispensando um calendário com um processo padrão para a emissão de tais dados. A nova norma de obrigatoriedade cria uma conscientização sobre a necessidade de ter estes números em mãos.
Diante dessa exigência, podemos afirmar que o que muda com o Bloco K é a necessidade de criar uma rotina sobre a operação. O que é um ponto positivo, pois com a assiduidade do processo, ninguém é pego de “surpresa”. E faz o despacho das informações com propriedade e certeza do que está enviando.
Assim, é possível também ter controle sobre o desempenho da sua empresa. Sabendo como anda a produção dela e se o estoque está bem alimentado. A obrigatoriedade gera benefícios dos dois lados, facilitando a emissão de dados e a gestão de processos internos.
É importante ressaltar que a não emissão das informações exigidas pela Receita Federal, ainda que não intencional, pode acarretar em multas. Elas iniciam em R$ 500 e podem passar de R$ 10 mil por mês, em calendário ou fração.

StarSoft Applications Gestão Fiscal

O StarSoft Applications, nossa solução de gestão empresarial, compreende o Bloco K e todo o seu processo. Assim integrando-o às demais funções de uma rotina de trabalho.
Com a funcionalidade de Gestão Fiscal, a solução evita mais essa preocupação, abrangendo todos os processos exigidos pelo SPED, desde Nota Fiscal Eletrônica, a Escrituração Financeira, Escrituração Contábil Digital e Escrituração Fiscal Digital – ICMS; IPI e PIS/COFINS.
Os processos de escrituração exigidos no SPED são facilmente padronizados dentro da ferramenta, possibilitando auditorias e conferindo expressiva redução do tempo de execução dessa ação. Ou seja, torna simples um complexo processo fiscal.
E com a solução integrada às demais áreas de gestão, o StarSoft Applications minimiza a margem de erros e alerta sobre a necessidade de fazer a emissão das informações, agilizando o processo e evitando maiores dores de cabeça.
Sendo assim, a adição do Bloco K é positiva à rotina empresarial. Pois assim visa aperfeiçoá-la sem demandar um grande esforço por ter toda a sua funcionalidade disponível online.
Quer saber mais? Entre em contato com um dos consultores da StarSoft pelo telefone: (11) 4133-2200.

Lorem Ipsum

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry’s.

Lorem Ipsum

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry’s.

Artigos relacionados

Quais as prioridades de tecnologia para 2022, segundos CIOs?
Como um CHRO pode se tornar mais estratégico em 2022?
Gestão Ágil veio para ficar ou é uma tendência passageira?