|

O que é controladoria fiscal? Para que serve?

o que é controladoria fiscal

Compartilhe:

Resumo 

Hoje no blog da StarSoft vamos entender um pouco melhor sobre o que é a controladoria fiscal, para que serve e por que é uma área tão importante para as empresas.
O termo “controladoria”, em si, já nos diz muito sobre a função deste departamento.
Entre o final do século XIX e início do século XX, a necessidade de controle interno surgiu, pois nesta época, muitos pequenos negócios se fundiam para expandir e ganhar mercado.
Desde então, a controladoria passou a ser um departamento importante dentro das empresas, com foco em boas práticas de gestão e prestação de contas. A controladoria fiscal é parte fundamental deste trabalho, como vamos ver a seguir.
 

O que é controladoria fiscal? 

Antes de falarmos sobre a controladoria fiscal em si, considere o contexto à seguir.
Com a evolução do mercado, as práticas tributárias também deram passos largos para maior controle e fiscalização das empresas.
A malha do fisco cada dia maior, desconhecimento da legislação e a ausência de controle, muitas empresas perceberam a necessidade de dedicar atenção especial ao setor contábil e fiscal.
Com a controladoria fiscal, é possível identificar e mitigar riscos tributários, ou seja, passivos na estrutura do patrimônio que não estavam sendo observados e que são um risco em potencial para a empresa.
Na prática, o controlador fiscal terá uma base de dados a respeito dos impostos, prazos, multas, leis e cumprimento destes.
 

Lorem Ipsum

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry’s.

Para que serve a controladoria fiscal?

O objetivo principal deste departamento é diminuir o risco tributário das empresas.
Isso é feito por meio da análise de dados estruturados, em conjunto com conhecimento específico da legislação e as diretrizes de cada gestão.
Uma empresa da área de mineração, por exemplo, precisa ter seu sistema de controladoria fiscal muito bem alinhado com leis ambientais, licenças, portarias e impostos da indústria.
Mas mesmo empresas menores, e especialmente essas, precisam de um bom sistema de controladoria fiscal, para evitar passivos que podem ser fatais para a existência do negócio.
Novamente, o desconhecimento da legislação ou a falta de controle, seja ela total ou parcial, podem comprometer a empresa com o fisco a qualquer momento.
Quando novas leis e tributos entram em vigor, o setor de controladoria fiscal atenta para estas mudanças, se forem pertinentes às políticas da empresa.
Com um mercado cada dia mais competitivo e veloz, o risco para tomada de decisões aumenta, assim como os riscos fiscais.
Nesse contexto, é fundamental que as empresas que buscam se manter disponham de um sistema eficiente e confiável, para acesso e análise dessas e outras informações.
A dinâmica fisco vs. empresas pode ser gerenciada com alta qualidade e performance.
 
Com o módulo de controladoria do StarSoft Applications você tem funções de contabilidade integrada, relatórios contábeis, controle de lançamentos, gerenciamento de bens imobilizados e muito mais.
Entre em contato com a equipe para conhecer o StarSoft Applications!

Lorem Ipsum

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry’s.

Artigos relacionados

Quais as prioridades de tecnologia para 2022, segundos CIOs?
Como um CHRO pode se tornar mais estratégico em 2022?
Gestão Ágil veio para ficar ou é uma tendência passageira?