Fique atento ao prazo de envio da Rais

Compartilhe:

Conforme determinado pela Portaria SEPRT nº 6.136/2020 do Secretário Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia (SEPRT), as informações para o preenchimento da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) de cada ano-base, para as empresas e empregadores constarão de Manual de Orientação, fornecida por meio eletrônico, mediante utilização do programa gerador de arquivos da Rais (GDRAIS), que poderá ser obtido no citado endereço eletrônico.

O prazo de entrega da Rais ano-base 2019 teve inicio nesta segunda-feira (09),  e tem a sua finalização  no dia 17 de abril, após esta data a entrega da declaração continua sendo obrigatória, porém estará sujeita à multa. O prazo legal para o envio da declaração da Rais não será prorrogado.

Lorem Ipsum

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry’s.

No caso de entrega fora do prazo pelo empregador, este ficará sujeito à multa a partir de R$ 425,64, acrescidos de R$ 106,40 por bimestre de atraso, contados até a data de entrega da Rais, respectiva ou da lavratura do auto de infração, se este ocorrer primeiro.

É de responsabilidade de o empregador corrigir as informações da Rais antes de efetuar a entrega, para não prejudicar o empregado no recebimento do abono salarial. Havendo necessidade de retificar as informações prestadas, o término do prazo para a entrega da Rais Retificadora, sem multa, é 17.04.2020.

Ressalte-se que a obrigação do envio da Rais passa a ser cumprida por meio do eSocial a partir do ano-base 2019, pelas empresas obrigadas à transmissão de informações de seus trabalhadores ao eSocial, e, portanto, ficam desobrigadas de enviar a declaração da Rais por meio do GDRAIS, somente as empresas e empregadores nesta situação.

Fonte: Editorial IOB

Lorem Ipsum

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry’s.

Artigos relacionados

Quais as prioridades de tecnologia para 2022, segundos CIOs?
Como um CHRO pode se tornar mais estratégico em 2022?
Gestão Ágil veio para ficar ou é uma tendência passageira?