Empresas precisam estar atentas e preparadas para envio da ECF

banner_blog_ECF_

Compartilhe:

15/05/2017
Com a entrega da ECD, as empresas já podem começar a se organizar para a ECF (Escrituração Contábil Fiscal), que tem como data final de entrega o dia 30 de julho.

A ECF foi implantada para substituir a Declaração de Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (DIPJ) e tem como objetivo interligar os dados contábeis e fiscais. Desta forma, o Fisco acaba tendo um leque muito maior de informações sobre as empresas, já que associa os cálculos dos lucros contábil e fiscal com base nas informações dos anos anteriores.
A base para o preenchimento desta declaração é a ECD – Escrituração Contábil Digital (Saiba tudo sobre a entrega da ECD clicando aqui) reportada em maio de 2017 e a ECF reportada no ano anterior. A empresa ainda deverá informar controle de adições, exclusões de lançamentos contábeis e prejuízos fiscais do LALUR – Partes A e B, que indica a apuração de seus lucros fiscais.
Este é sem dúvida um dos momentos mais importantes envolvendo as finanças das instituições, por isso é necessário cuidado, atenção e muita responsabilidade da área de contabilidade. A partir deste momento, o sistema chega ao lucro fiscal e o Fisco usa essa informação para calcular o IRPJ e CSLL da empresa. Se a ECF for apresentada com incorreções ou informações faltantes, a empresa terá que arcar com multa de 3% do valor omitido ou incorreto.
A maior dificuldade que as empresas encontram é no preenchimento correto do formulário. Justamente por cruzar tantos dados e informações, o profissional responsável pela ECF precisa seguir exatamente o Manual de Orientações ao inserir as informações da empresa no sistema. Qualquer alteração, após ter sido reportada, poderá alterar toda a estrutura da declaração.
“Para que as empresas evitem contratempos com o envio destas obrigações ao Fisco, devem seguir as práticas estabelecidas pelo Comitê de Pronunciamento Contábil. Desta forma, terão mais facilidade no momento de reportar a ECD e a ECF”, afirmou Kleber Augusto da Silva, consultor de implantação da StarSoft.
A solução de Gestão Fiscal StarSoft Applications relaciona todos os aspectos legais e fiscais da empresa de forma eficiente e de acordo com a legislação em vigor, além de automatizar todo o processo de geração e transmissão de documentos para declarações, como a ECF e a ECD.
Se sua empresa possui o StarSoft Applications, temos especialistas a sua disposição para auxilia-lo na validação e geração da ECF. Entre em contato com a StarSoft pelo telefone (11) 4133-2200 ou pelo link https://www.starsoft.com.br/contato.

Lorem Ipsum

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry’s.

Artigos relacionados

Quais as prioridades de tecnologia para 2022, segundos CIOs?
Como um CHRO pode se tornar mais estratégico em 2022?
Gestão Ágil veio para ficar ou é uma tendência passageira?