DevOps: o que é e como aplicar na sua empresa

Compartilhe:

O alinhamento entre desenvolvimento e operação na área de tecnologia da informação fez nascer o DevOps, um novo setor que vem unido à cultura ágil e dinamismo. 

A cultura DevOps, então, proporciona às empresas uma atualização assertiva de softwares com rapidez e segurança. Além disso, promove um novo campo de atuação aos profissionais. 

Lorem Ipsum

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry’s.

Com a quebra dessa barreira entre os Dev (desenvolvedores) e Ops (operadores), as organizações puderam melhorar o setor de TI e melhor aproveitar os colaboradores da área. 

Então, você quer entender mais dessa cultura e profissão? Leia esse conteúdo até o final e não esqueça de compartilhar com quem também se interessa pelo tema! 

O que significa DevOps? 

Como a própria palavra sugere, houve uma junção de “development” e “operations”. Assim, extrai-se as siglas “dev” e “ops”, ou seja: DevOps. 

Desse modo, DevOps representa o conjunto de técnicas do desenvolvimento e das operações, com a finalidade de elevar a capacidade de automação dos processos, desenvolvimento de softwares e de infraestruturas. 

Além disso, o conceito e cultura do DevOps são introduzidos para auxiliar na produção de serviços, produtos e aplicações de maneira ágil e segura. Consequentemente, a empresa atende melhor os clientes e se torna mais competitiva. 

Como funciona a metodologia DevOps? 

Agora que o DevOps está mais fácil de entender, a próxima etapa é compreender como essa metodologia é aplicada na prática. Veja! 

O DevOps atua por meio do compartilhamento das responsabilidades e processos na área de TI, com o objetivo de promover o desenvolvimento de softwares de maneira completamente assertiva, funcionais e com qualidade. 

Entretanto, é importante empregar também uma metodologia ágil na cultura da empresa, para que o DevOps funcione como deve. Além de educar a equipe e engajar soft skills dos profissionais. 

Como adotar na empresa? 

Adotar o DevOps na operação da empresa não é uma tarefa difícil, pelo contrário, é altamente possível com auxílio da tecnologia e de colaboradores qualificados. 

Assim, gestores podem empregar monitoramento e automatização de tarefas, adoção de ferramentas que simplifiquem e harmonizem o trabalho, além de profissionais da área. 

Outro ponto é a escolha de uma equipe formada por desenvolvedores e operadores. Além disso, proporcionar autonomia é fundamental, valorizando inclusive erros para identificar falhas e aperfeiçoar os programas. 

Principais resultados de ter um DevOps 

Gestores da área de TI afirmam que um dos principais resultados a serem percebidos pela equipe com a adoção do DevOps é o pipeline de integração e implantação contínuas (CI/CD).  

Mas, como medir esse benefício? Isso é possível, pois os profissionais avaliam a frequência de entrega de aplicações aos clientes como uma das premissas de sucesso atribuída pelo método Agile. 

Assim, por meio do ontinuous Integration e Continuous Delivery (CI/CD), que é a base do fluxo de trabalho DevOps, é possível analisar a entrega dos softwares estáveis e ágeis. 

Com as práticas de CI/CD, é possível disponibilizar aplicações para os clientes com maior frequência e validar a qualidade delas com o mínimo de intervenção humana. 

Essas avaliações implementam o monitoramento de todo o ciclo de vida das aplicações, desde a criação até integração, entrega e implantação. Desse modo, identifica-se problemas e os corrige a tempo. 

Por isso, o DevOps é tão procurado pelas empresas de tecnologia da informação, atualmente. São benefícios vistos rapidamente e que geram mais outras vantagens competitivas. É perceptível também outros proveitos, como: 

  • Aumento do nível de conformidade e segurança dos softwares; 
  • Adoção de ferramentas que simplificam os processos e reduzem tempo de desenvolvimento; 
  • Rapidez na entrega ao cliente e atualização também mais ágil; 
  • Melhor envolvimento dos membros da equipe; 
  • Diminuição de retrabalho. 

Vale citar que uma pesquisa realizada pela Dynatrace informou que há uma alta aceitação dos líderes de desenvolvimento enxergam grande potencial no DevOps, em relação à transformação digital. 

E, 98% dos entrevistados disseram que estender o DevOps a mais aplicações é importantíssimo para promover a transformação digital nas empresas, elencando o método como uma chave essencial para otimização da experiência do cliente.   

O que faz um profissional DevOps? 

Sabia que, segundo a Linux Professional Institute (LPI), há pelo menos 2 mil vagas disponíveis para DevOps, no Brasil. Mundialmente, há quase 100 mil. 

Esses números animadores demonstram como o mercado tem valorizado cada vez mais os o DevOps e os profissionais que atuam nesse setor. Então, o que faz uma pessoa que trabalha nessa área? 

De maneira geral, um profissional de DevOps atua ao mesmo tempo nas áreas de desenvolvimento do software e infraestrutura de operações.  

Assim, é responsável por otimizar a produtividade confiabilidade, visando um resultado satisfatório. Além disso, integra equipes, padroniza e implementa velocidade aos processos 

E na prática? 

Entenda a atuação desses profissionais por etapa de criação de um sistema/solução tecnológica. Acompanhe o esboço de como é a atuação. 

Planejamento 

Na etapa de planejamento e idealização, o DevOps tem a responsabilidade de decidir a linguagem de programação, modelo de infraestrutura e questões pertinentes à estratégia. 

O profissional também define demandas e funções dos membros da equipe, sempre tendo em mente metodologias ágeis, pois como citamos, elas andam de mãos dadas ao DevOps. 

Desenvolvimento/Programação 

Nessa próxima fase, os profissionais colocam em prática o planejamento e, de fato, inicia o desenvolvimento do projeto, utilizando ferramentas e linguagens já decididas. 

Automação 

A fim de promover prevenção e detecção de problemas, essa etapa se dedica a realizar testes, estruturar códigos e builds a partir da automação! Aqui, a interferência humana é menor. 

Entrega do projeto 

Por fim, a equipe DevOps entrega o projeto final já com testes realizados, correções e coleta de dados a fim de realizar o monitoramento, para que melhorias sejam realizadas com o uso, sempre levando em consideração também o feedback de clientes. 

Habilidades de um DevOps 

O que procurar em um profissional dessa área? Quais qualificações e técnicas devem ser avaliadas no momento de seleção do colaborador? Veja nosso check list de habilidades que um DevOps pode ter: 

  • Comunicação assertiva; 
  • Inteligência emocional e empatia; 
  • Habilidade com ferramentas ágeis; 
  • Skills de programação; 
  • Experiência e portfólio; 
  • Certificações em de métodos para automatização e simplificação de processos; 
  • Engajamento em educação continuada; 
  • Bom trabalho em equipe. 

Áreas correlatas 

Vale citar que o DevOps, hoje, não atua isoladamente. Há funções que desempenham um papel de contribuição para o bom desenvolvimento de um projeto e satisfação do cliente. Veja dois exemplos: 

SRE – Site Reliability Engineering 

Para que seja fácil de compreender, o profissional SRE é responsável por assegurar a confiabilidade e rapidez de sistema/software e demais projetos.  

Desse modo, a equipe que trabalha nessa área desenvolve soluções e ferramentas de automação, com a finalidade de aprimorar a usabilidade da ferramenta. Além disso, também pode identificar erros, antes que se torne um transtorno para o cliente.  

Apesar de ser tendência que acabou de chegar no Brasil, é uma função que está há algum tempo em alta mundialmente, justamente por garantir a confiança e satisfação dos clientes. 

AIOps – Inteligência Artificial para Operações de TI 

A Inteligência Artificial está aplicada em vários em processos, e no DevOps não seria diferente. Assim, surge o conceito AIOps, que promove a criação de ferramentas importantes. 

O AIOps utiliza bastante recursos da AI, como big data, algoritmos, aprendizagem de máquinas e análise. Assim, as equipes desse setor visam identificar problemas antecipadamente e recomendar soluções eficazes para esses contratempos. 

É importante ressaltar que essa metodologia combina automação de tarefas, gerenciamento e a supervisão de especialistas em rede. Entretanto, a experiência dos profissionais de TI não é descartada, pois melhora a eficiência. 

E aí, descomplicamos o tema para você? O DevOps é realmente uma área muito promissora em vários sentidos e vale a pena ser implementado nas empresas! 

Veja mais conteúdos sobre tecnologia: Era da inovação: investir em tecnologia é globalização e sobrevivência 

Lorem Ipsum

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry’s.

Artigos relacionados

Quais as prioridades de tecnologia para 2022, segundos CIOs?
Como um CHRO pode se tornar mais estratégico em 2022?
Gestão Ágil veio para ficar ou é uma tendência passageira?