Curva ABC: como funciona, benefícios e aplicação nas empresas

Compartilhe:

Gerir o estoque de uma empresa é uma atividade e tanto. Requer estratégia, experiência, organização e tecnologia. E, uma das práticas que corrobora para uma gestão assertiva é a Curva ABC, bastante utilizada por instituições com grandes volumes de ativos. 

Mas, como funciona essa técnica de Curva ABC e quais os benefícios? Esse é o assunto que abordaremos neste artigo. Então, acompanhe até o final! 

Lorem Ipsum

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry’s.

O que é a Curva ABC?

A curva ABC é um método de análise desenvolvido a fim de categorizar os itens a partir da base de valor. Geralmente, utilizado para controle de estoque. 

E, por quê? Na prática, essa metodologia auxilia os profissionais a identificarem quais são os produtos mais valiosos relacionados à demanda dos clientes. 

A classificação dos itens de uma empresa ocorre de acordo com o valor desses ativos, que pode ser composto por inúmeros critérios, como: custos, riscos, demanda de mercado, setor que atua e outros. 

Então, a partir da categorização, os responsáveis pelo setor podem separar os itens nas classes A, B e C – respectivamente. 

Como surgiu? 

A Curva ABC surge com base no “Princípio de Pareto”, também conhecido como regra 80/20. Ou seja, uma tendência que prevê que 80% do volume de vendas surgem a partir de 20% dos itens em estoque. 

Tal método ajuda a categorizar os itens armazenados que impactam no faturamento das organizações. Assim, o 80/20 compõe a Curva ABC. 

Objetivos da Curva ABC 

A princípio, as empresas utilizam o método de Curva ABC com o propósito de economizar tempo na gestão de estoque e, obviamente, reduzir também os custos com armazenagem. 

Além disso, gestores dessa área direcionam recursos para ativos que possuem maior valor agregado. Assim, como norteiam também o foco da equipe para esses itens, por se basear em dados. 

Estrategicamente, a Curva ABC reduz o estoque obsoleto e ajuda a desenvolver métodos mais eficientes para elevar as vendas. O método também cumpre com objetivos, como: 

  • Tornar o Supply Chain mais uniforme; 
  • Melhorar o direcionamento de investimento; 
  • Reduzir custos de compras; 
  • Abaixar o índice de erro na aquisição de estoque adicional; 
  • Diminuir a dependência de determinados produtos; 
  • Avaliar produtos com menor giro e margem de lucro; 
  • Deixar a equipe e profissionais alinhados aos dados. 

É claro que existem outros objetivos que são importantes e aplicáveis no dia a dia das empresas e trabalho dos profissionais que lidam com armazenagem. 

Curva ABC na prática 

Partindo da premissa que a Curva ABC aponta itens do estoque que não possuem o mesmo valor e que alguns custam mais para comprar, enquanto outros são vendidos mais frequentemente, o método funciona assim: 

Entende-se que a empresa precisa compreender a demanda do mercado, com o objetivo de estabelecer se um determinado produto será efetivamente comprado, ou seja, se terá a famigerada oferta e demanda. 

Entenda as categorias da Curva ABC 

É importante ressaltar que, em todas as categorias, considera-se o período de um ano. Então, vamos a explicação. 

Curva A: itens mais importantes 

Essa categoria “A” representa os itens com maior valor em relação a consumo.  

Assim, considera-se que os produtos correspondem a 20% do que há em estoque. Entretanto, representam até 80% do faturamento. 

Curva B: itens de importância média / intermediários 

A curva B é referente aos produtos de valor médio, os quais correspondem a cerca de 30% do estoque da empresa. Quando vendidos, respondem a 15% do faturamento. 

Curva C: itens de menor importância 

Por último, os itens da curva C representam a coluna de menor valor, ou seja, aqueles que correspondem a 50% dos produtos em estoque. Além disso, no fim do ano, representam apenas 5% do faturamento em vendas. 

Benefícios da metodologia 

Como já foi citado, a Curva ABC faz com que gestores e profissionais cheguem aos objetivos benéficos aos negócios. Assim, a metodologia proporciona benefícios significativos, como: 

  • Maior lucratividade; 
  • Melhor atenção aos produtos que mais vendem; 
  • Possibilidade de reavaliar investimentos com mais precisão; 
  • Planejamento de compras assertivo; 
  • Gestão assertiva e eficaz; 
  • Planejamento de logística ampliado. 

Utilizando ERP para calcular a Curva ABC 

Sabemos o quanto o dia a dia dos profissionais de estoque e administração é intenso e corrido. Por isso, perder um tempo para calcular milhares de itens manualmente é um desperdício de tempo e de talento dos colaboradores. 

Além disso, o cálculo manual dos produtos para chegar na Curva ABC é uma tarefa complexa, de certa forma.  

Assim, possuir um sistema de gestão para automatizar o processo é a chave de sucesso da metodologia e garantia dos benefícios que ela proporciona. E o ERP é o software recomendado para isso. 

Um ERP tem a capacidade de gerir entrada e saída de itens em tempo real, de cadastrar corretamente as informações e integrar esses dados entre os setores. 

Mas, como que esse sistema auxilia no cálculo? Bom, o ERP calcula a Curva ABC por meio da informação de classificação ABC, que já comentamos neste conteúdo, e sequenciamento de dados das entradas e saídas, gerando as porcentagens corretas, que separam cada categoria. 

Sistema ERP StarSoft Application 

Com o StarSoft Application, o nosso sistema de gestão empresarial, gestores e colaboradores têm acesso aos dados aprofundados e a relatórios completos, tudo em uma plataforma objetiva e intuitiva, facilitando sua Curva ABC. 

O ERP da StarSoft permite que você saiba tudo da sua operação, que controle melhor o estoque, tenha uma gestão assertiva, controle as vendas, financeiro, administração e compras. Assim, seu setor de estoque será muito mais estratégico. Fale com de nossos especialistas e conheça nossas soluções! 

Leia também: Importância da Gestão de Estoque 

Lorem Ipsum

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry’s.

Artigos relacionados

Quais as prioridades de tecnologia para 2022, segundos CIOs?
Como um CHRO pode se tornar mais estratégico em 2022?
Gestão Ágil veio para ficar ou é uma tendência passageira?